Busca do Conhecimento Técnico Científico: Análise de Rede Informal Interorganizacional

José Roberto de Souza Freire, Milton Carlos Farina, Siomara Maria Pierangeli Pascotto, Isabel Cristina dos Santos

Resumo


Este estudo analisa a busca do conhecimento entre os atores das redes sociais interorganizacionais informais em um Centro de Pesquisa Agropecuária da Embrapa, visando compreender como ocorre o compartilhamento do conhecimento técnico científico. A questão de pesquisa busca responder como a rede social dos pesquisadores da Embrapa Gado de Corte, tal como se apresenta em termos estruturais e relacionais, pode ser considerada facilitadora do processo de geração do conhecimento. Utiliza-se pesquisa quantitativa descritiva e qualitativa. A abordagem da Análise de Redes Sociais (ARS) exige o aspecto quantitativo na mensuração das relações. A coleta de dados envolve 52 pesquisadores, sendo os dados tratados pelo software Ucinet 6.0 for Windows, que permitiu a visualização das características das redes analisadas. Os resultados encontrados expõem que a rede possui baixa densidade do potencial de seus laços, inferindo ações na política de gestão de pessoas e incentivos ao compartilhamento do conhecimento.


Palavras-chave


Redes Sociais Informais; Geração do Conhecimento; Compartilhamento de Informações

Texto completo:

PDF

Referências


Bryan, L. L.; Matson, E.; Weiss, L. M. (Nov. 2007). Harnessing the power of informal employee networks. Formalizing a company’s ad hoc peer groups can spur collaboration and unlock value. The McKinsey Quartely, n.4, 11 p. Disponível em: . Acesso em: 3 jul. 2012.

Costa, L; Junqueira, V; Martinho, C; Fecuri, C. (Coords.) (2003). Redes: uma introdução às dinâmicas da conectividade e da auto-organização. Brasília, DF: WWF-Brasil, 91 p.

Creswell, J. W. (2010). Projeto de Pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 296 p.

Farias, J. S.; Farias, M. N. de. Guimarães, T. de A. (2010). Análise sociométrica de uma rede de conhecimento. Revista de Administração FACES Journal, Belo Horizonte, v. 9, n. 1, p. 11-31, jan./mar.

Feijó, G. D. F. (2010). Base de dados de cadastro de projetos subprojetos de pesquisas. Documentos internos da Unidade Embrapa Gado de Corte.

Granovetter, M. (1985). Economic action and social structure: the problem of embeddedness. American Journal of Sociology.

Grotto, D. O compartilhamento do conhecimento nas organizações. In: Angeloni, M. T. (2008). Organizações do conhecimento: infra-estrutura, pessoas e tecnologia. 2ª ed. rev. e ampl. São Paulo: Saraiva. Capítulo 7, p. 169-190.

Hanneman, R. A. (2005). Introducción a los métodos del análisis de redes sociales. Departamento de Sociología de la Universidad de California Riverside, 2000. Tradução: Maria Ángela Petrizzo. Disponível em:< http://revista-redes.rediris.es/webredes/textos/cap8.pdf>. Acesso em: 25 mar. 2012.

Krogh, G. V.; Ichijo, K.; Nonaka, I.(2001). Facilitando a criação do conhecimento: reinventando a empresa com o poder da inovação contínua. Rio de Janeiro: Campus.

Marteleto, R. M. (2001). Análise de redes sociais: aplicação nos estudos de transferência da informação. Ciência da Informação, Brasília, DF,v. 30, n. 1, p. 71-81.

Molina, J. L. El studio de las redes personales: contribuciones, métodos y perspectives. 2004. Disponible em: . Acesso em: 12 junho 2012.

Nonaka, I; Takeuchi, H. (2008). Gestão do Conhecimento. São Paulo: Bookman.

Nohria, N.; Eccles, R. G. (1992). Networks and organizations: structure, form, and action. Boston: Harvard Business School Press.

Santos, I. C. Um modelo estruturado de gestão do conhecimento em indústrias de base tecnológica: estudo de caso de uma empresa do setor aeronáutico. (2004). Tese apresentada ao Programa de Pós- Graduação Politécnica da Universidade de São Paulo.

Stewart, T. A. Capital intelectual. (1998). Rio de Janeiro: Elsevier.

Tomaél, M. I.; Alcará, A. R.; Di Chiara, I. G. (2005). Das redes sociais à inovação. Ciência da Informação, Brasília, DF, v. 34, n. 2, p. 93-104, maio/ago.




DOI: http://dx.doi.org/10.5585/10.5585

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista de Gestão e Projetos e-ISSN: 2236-0972
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional