Práticas e Ferramentas de Gestão do Conhecimento no Âmbito da Administração Tributária de Minas Gerais: Oportunidade para uma Política Institucional

Simone Ferreira Rocha Gonçalves, Maria Celeste Reis Lobo Vasconcelos, Rodrigo Baroni Carvalho, Jorge Tadeu Ramos Neves

Resumo


O objetivo principal deste artigo é apresentar os resultados de uma pesquisa realizada na Administração Tributária de Minas Gerais (ATMG) para identificar as práticas e as ferramentas de gestão do conhecimento utilizadas no âmbito da instituição, na percepção dos auditores fiscais. A pesquisa teve caráter descritivo adotando abordagem quantitativa e qualitativa e tomou por base teórica principalmente o modelo de Probst, Raub e Romhardt. A amostra analisada foi de 296 (duzentos e noventa e seis) auditores lotados nas superintendências regionais da Secretaria da Fazenda - SEF/MG que deram retorno integral à consulta realizada. Os resultados obtidos apontam no sentido de que as práticas e ferramentas encontradas na instituição têm origem em ações gerenciais não focadas na gestão do conhecimento. Ressaltam-se dentre as práticas identificadas a educação corporativa, o mapeamento de competências, a comunicação institucional e as ferramentas de colaboração (portais). O trabalho pretendeu ser o ponto de partida para a implementação da gestão do conhecimento como política institucional.

DOI:10.5585/gep.v3i2.96


Palavras-chave


Gestão do Conhecimento; Administração Pública; Política Institucional.

Referências


Angeloni, Maria Terezinha (coordenadora). Organizações do conhecimento: Infra-estrutura, Pessoas e Tecnologias. São Paulo: Saraiva, 2002.

Batista, F., Rosenberg, G., Ohayon, P. Gestão do conhecimento em organizações públicas de saúde no Brasil: diagnóstico de práticas. Brasília. RSP, 2002.

Batista, F., Quandt, C. O., Pacheco, F. F., Terra, J. C. C. Gestão do Conhecimento na Administração Pública. Texto para discussão n. 1095. Brasília: IPEA, 2005.

Brasil. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Secretaria de Gestão – SEGES. Gestão Pública para um Brasil de todos. Brasília: 2003b.

Coelho, Espartaco Madureira. Gestão do conhecimento como sistema de gestão para o setor público - Revista do Serviço Público/Fundação Escola Nacional de Administração Pública – Ano 55, números 1 e 2, Jan-Jun/2004. Brasília: ENAP, 2004.

Collis, Jill, Hussey, Roger. Pesquisa em Administração. 2 ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.

Davenport, Thomas H., Prusak, Laurence. Conhecimento Empresarial: como as organizações gerenciam o seu capital intelectual. Rio de Janeiro: Elsevier, 2003, 13º edição.

Fleury, Afonso, Fleury, Maria T. Leme. Estratégias empresariais e formação de competências: um quebra-cabeça caleidoscópio da indústria brasileira. 2º edição. São Paulo: Atlas, 2001.

Nonaka, I., Takeuchi, H. Criação de conhecimento na empresa. Rio de Janeiro: Elsevier, 1997, 13 edição.

Oliveira, Silvio e O. Tratado de Metodologia Cientifica – Projetos de Pesquisa, TGI, TCC, Monografias, Dissertações e Teses. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2002.

Probst, Gilbert, Raub, Steffen, Romhardt, Kai. Gestão do conhecimento: os elementos construtivos do sucesso. Porto Alegre: Bookman, 2002.

Santos, Silvio Aparecido dos (organizador). Gestão do Conhecimento: Institucionalização e práticas nas empresas e instituições. Maringá: Unicorpore, 2007.

Terra, José Cláudio. Gestão do Conhecimento: Aspectos Conceituais e Estudo Exploratório sobre as Práticas de Empresas Brasileiras. Tese de Doutorado, POLI/USP, 1999.

Terra, José Cláudio. Gestão do conhecimento, o grande desafio empresarial: uma abordagem baseada no aprendizado e na criatividade. São Paulo. Negócio Editora, 2000. 283p.

Vasconcelos, M.C.R.L. Capital social e gestão do conhecimento. In: Convivencialidade – a expressão da vida nas organizações. São Paulo: Atlas, 2002.

Vasconcelos, M.C.R.L. Cooperação Universidade Empresa na Pós Graduação: Contribuição para a Aprendizagem, a Gestão do Conhecimento e a Inovação na Indústria Mineira. Belo Horizonte: Escola de Ciência da Informação da UFMG, 2000, 257p. (Tese, Doutorado em Ciência da Informação).

Yin, Robert K. Estudo de Caso: Planejamento e Métodos. 2 ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Revista de Gestão e Projetos e-ISSN: 2236-0972